(0)

Fim de ano é a época das confraternizações: Natal em família, festa da empresa, reunião dos ex-alunos do colégio... Esses ambientes são propícios para algumas situações bastante constrangedoras. Relembramos aqui algumas dessas pérolas, no intuito de ajudar você a ir se preparando para lidar com elas.


1. Aguentar as piadas do famigerado tio do pavê

Um clássico, esse tio não resiste a um trocadilho, faz piada com tudo, mas só ele ri. Presente em praticamente todas as famílias, esse tio sempre causa a famosa vontade de enterrar a cabeça de vergonha. Mas não vá se achando muito descolado: ele pode ser você amanhã!

2. Sua prima competitiva

Todo mundo tem aquela prima que cresceu junto com você e adora fazer perguntas sobre sua vida (para averiguar se ela tem mais sucesso no amor e nos negócios).

Quer saber quanto você ganha, com quem você anda, e vai fazer algum comentário irônico sobre a sua aparência. Haja paciência!

3. A vó que pergunta da namoradinha

Familiares adoram saber da sua vida amorosa. E sempre tem aquele que pergunta da(o) “namoradinha(o)” na hora da ceia. Pergunta essa que é geralmente seguida por um silêncio mortal e um sorriso amarelo. Difícil!

4. O “amigo” secreto da empresa

Sabe aquele momento constrangedor que começa quando você é sorteado com uma pessoa com quem não tem a menor intimidade, e acaba na hora de entregar o presente?

Boa sorte na hora de encher linguiça no discurso!

5. O amigo de infância

O espírito de fim de ano pode ser contagiante e lhe dar novos amigos da infância que você não fazia ideia que tinha, como aquele companheiro de trabalho que lhe faz uma declaração de amor fraternal inesperada (e às vezes indesejada) durante a confra da firma. Cabe a você abrir o coração ou sair de fininho.

6. O pé de valsa

Confraternizações contam com aqueles funcionários que passam um pouco do ponto na diversão e obrigam todo mundo a dançar junto com eles, mesmo quando 90% das outras pessoas não estão a fim. Obviamente, você vai ser um alvo desse pé de valsa, que ousa tirar você da mesa do bufê para dançar com ele. E agora?

7. Quando sua mãe desenterra histórias embaraçosas da sua adolescência para o seu consorte!

No primeiro Natal em que você leva o(a) companheiro(a), os riscos de isso acontecer são altos. Sabe aquelas histórias da adolescência de que você achava ter se livrado? Sua mãe vai fazer questão de contar (gargalhando) para o seu amorzinho na sala de casa. Ô manhêee!!!

8. Comentários sobre o seu peso

Dois meses ralando na dieta e você está no peso que queria. O que vai acontecer na festa da família? Sim, sua tia vai perguntar o que está acontecendo para você estar tão magrinho.

Ganhou dois quilos? Prepare-se: a mesma tia vai falar para você “prestar atenção na alimentação” para não ficar rechonchudo. Melhor nem ligar mesmo! ;)